Article Image
read
      ·   en   ·   pt

Para um jovem da geração actual (principalmente se viver num país ocidental), algo salta à vista será certamente a roupa. As Ushankas, as meldalhas em homens e mulheres, os unifromes militares. De seguida, nota-se o homem com uma expressão austera perto do centro da imagem.

Seria de esperar que este homem, sendo (ou aparentando ser) o sujeito principal da fotografia, estivesse exactamente centrado, mas isso não é o que acontece. Ele está ligeiramente à direita. Isto cria uma espécie de "tensão". O nosso cérebro espera que o centro das atenções estaja no centro da compisoção. Quando isso não acontece, ficamos intrigados.

Mas há tanto mais para apreciar nesta foto. Note-se como todas (ou quase todas) as pessoas estão a olhar na mesma direcção. Para onde estarão a olhar? Só este pequeno detalhe já nos conta uma pequena história.

A maneira como a multisão está posicionada cria uma ilusão de um triângulo, mais uma vez atraindo o nosso olhar para o homem no centro.

Um outro detallhe que se destaca é o indivíduo vestido de branco no canto inferior direito da composição. A única pessoa que NÃO está a olhar em frente.

Uma última consideração: algo que me aconteceu e possível que te aconteça a ti. O horizonte não está direito. Consegue ver-se que o fundo está claramente desnivelado. Mas isto é das últimas coisas que notamos, porque somos primeiro atraídos para os detalhes que mencionei anteriormente. E é neste momento que percebemos o quão boa esta foto é.

Esta fotografia foi tirada por Henri Cartier-Bresson em Moscovo, União Soviética, em 1954.

Blog Logo

Ricardo Lobo


Published

Image

milia Verba

If a picture is worth a thousand words, why not write them?

Back to Overview